POR ONDE ANDA

Main Menu

Conheça a Fema

rene pomilioRenê Pomilio, aluno de ADS formado em 2013

Egresso destaca seu trabalho de mestrado e os planos para carreira profissional

Escrito por Silvio Moura

Assessoria de Comunicação FEMA

 

Renê Pomilio de Oliveira começou sua trajetória universitária em fevereiro de 2011 ao ingressar no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FEMA. Dali em diante, sua capacidade técnica e analítica o levaram para muitos desafios.

Natural de Pedrinhas Paulista, Renê trocou o interior de São Paulo pelo movimentado município paranaense de Ponta Grossa, cidade onde fica a UTFPR, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. É nessa faculdade que ele faz o seu mestrado.

Na entrevista a seguir, ele conta detalhes de sua pesquisa e o quanto a FEMA projetou sua carreira. Renê também revela o desejo de no futuro ser convidado para mesa redonda que acontece todos os anos na Semana de Informática da instituição.

Em que consiste seu trabalho de mestrado?

A pesquisa é um desenvolvimento de um novo escalonador de pacotes para a rede LTE (Long Term Evolution), mais conhecida como rede de telefonia móvel 4G.

O objetivo é diminuir o delay (latência), aumentar o Throughput (taxa de transferência) e maximizar o número de usuários no sistema, utilizando o balde de fichas, o escalonador de pacotes Proportional Fair e o servidor Latency Rate.

A implementação e simulações do algoritmo escalonador fica por conta do simulador de eventos LTE-Sim. Ao término da pesquisa serão realizadas comparações com demais escalonadores já implementados e avaliados no simulador LTE-Sim.

Como você chegou a esse tema?

O tema da pesquisa surgiu pelo meu coorientador, o professor doutor Augusto Foronda. Ele já tinha feito trabalhos nessa área de escalonamento de pacotes para rede WIMAX. Basicamente, a mesma pesquisa que ele utilizou para as implementações do escalonador na rede WIMAX estão sendo modificadas e implementadas na rede LTE.

Além do Foronda, também é meu orientador o professor doutor Lourival Aparecido de Góis. Faço o mestrado pela UTFPR com bolsa do CNPq Capes durante os dois anos que tenho para concluir a pesquisa.

A pesquisa já foi premiada, correto?

Sim. A pré-pesquisa rendeu um artigo publicado na SoftCON 2017, Split - Croácia, Qualis - B1, com o título “Enhanced Scheduling Algorithm for LTE Networks". No ano que vem, pretendo publicar outros dois artigos com os resultados da pesquisa.

E qual a importância da FEMA nesse seu momento profissional e acadêmico?

A faculdade teve um papel fundamental. Graças à instituição e, principalmente os seus docentes, hoje estou fazendo mestrado em uma das melhores universidades de tecnologia do país.

Agradeço a FEMA por gerar bons profissionais para o mercado também. Conheço vários ex-alunos que estão trabalhando em grandes empresas por várias cidades do país.

E também não poderia deixar de citar os quatros professores que me ajudaram a ingressar no mestrado: Alex Poletto, Almir Camolesi, Osmar Machado e o Domingos Vilela.

Planos para depois do mestrado?

Depois que defender minha dissertação, pretendo seguir docência e ingressar no doutorado. Quem sabe um dia possa até ser um docente da grande instituição que me tornou um profissional de TI, a FEMA, e participar da mesa redonda que acontece todos os anos na Semana de Informática?

  

facebook logo

SIGA FEMA ASSIS

MAIS NOTÍCIAS DA FEMA

Back to top